Páginas

Seja Bem Vindo!

"A finalidade da arte é dar corpo à essência secreta das coisas, não é copiar sua aparência. (Aristóteles)






terça-feira, 22 de setembro de 2009

AS IDÉIAS DO SACI - ATORES QUE NÃO DEFENDEM O TEATRO, E SIM SEUS INTERESSES PRÓPRIOS

Esta semana estava passeando por blogs e encontrei um texto de um grupo de teatro local. Fiquei feliz de imediato, pois é muito bom ver o trabalho produzido em nosso estado. Porém, logo entristeci. Havia um texto falando sobre a produção de cultura local, à primeira vista, parecia que iria falar realmente da causa do teatro rondoniense. Que decepção para um pobre Sacizinho. A matéria defendia os orgãos públicos, os mesmos que não fazem nenhum esforço para ajudar o desenvolvimento da cultura local. Uma defesa tão vêemente que cheguei a me emocinar. Realmente, a secretaria de cultura não tem nada a ver com o fato de nossa cultura caminhar a passos de tartaruga. Sim, talves sejamos nós: atores, diretores, bailarinos, entre muitos outros artistas os responsáveis por gerar recursos para fazer arte, ou mesmo, fazer como já fazemos a muitos anos, tirar de nossos bolsos. Mas, Brecht tem a fala ideal para está situação.
"Quem não conhece a verdade não passa de um tolo; mas quem a conhece e a chama de mentira é um criminoso!"
(Bertold Brecht)

2 comentários:

  1. Se estivermos falando do mesmo post, acredito que o autor do texto não gostaria de passar a idéia de que existe uma culpa, ninguém está falando de culpa, mas sim de iniciativa.

    A SEMEC tem como compromisso incentivar e fomentar a cultura, e tendo como princípios a construção deste objetivo junto as classes artísticas, que na maioria delas procuram só criticar em vez de ajudar a fazer os governantes entenderem que a cultura é realmente importante, que além de gerar renda possibilita uma vida melhor e desperta a consciência crítica, IMPARCIAL e respeitosa.

    Pensemos nisso.

    ResponderExcluir
  2. Pelo que li aí da discussão, há um equívoco, o texto do blog está falando de artistas que mesmo sabendo dos problemas que a cultura local(rondoniense) passa conseguem encontrar pontos positivos no trabalho dos orgãos públicos responsáveis pela área de cultura. E ainda mais conseguem defender esses órgãos. ninguém falou em culpa. e também não foi citado nenhum post, nenhum endereço de página, nenhum nome,nada. O texto fala no geral, dos órgãos públicos e das secretarias de cultura.
    Me desculpe também o nosso visitante anônimo, mas os membros do nosso grupo estão na área de cultura a tempo suficiente para saber qual é a função de uma secretaria de cultura. temos membros que fazem arte a mais de 15, 20 anos. Fazemos arte, estudamos arte e pesquisamos sobre a arte de Rondônia. E portanto sabemos a função desses orgãos e sabemos que eles não a cumprem.
    Espero ter esclarecido suas dúvidas, seja bem vindo sempre a nossa página, sua contribuição é muito importante sempre.

    ResponderExcluir

Comente as nossas postagens, participe do blog!

Obrigado por visitar a página!

O grupo de Teatro Wankabuki surgiu na Universidade Federal de Rondônia, em agosto de 2003, começaram as reuniões aos sábados no auditório da Unir.O primeiro espetáculo montado pelo grupo foi Morte e Vida Severina uma adaptação do texto de João Cabral de Melo e Neto, feita por Luiz Antônio de Araújo.Em seguida, o grupo montou A Lenda da Ecologia texto do Prof. Oswaldo Gomes que estreou em 20 de julho de 2005. A peça participou do Festival de Teatro Coração de Rondônia, no município de Ji-paraná em agosto desse ano.Em 2006 são montados mais dois espetáculos: Vai, Carlos! Ser Gauche na vida que estréia em 07 de abril e Tragédia no lar apresentado pela primeira vez na escola Wilson Camargo para os alunos do período noturno. Os dois espetáculos são adaptações das poesias, respectivamente, de Carlos Drummond de Andrade e Castro Alves. Em 2009, estreia Perdidos na Floresta texto de Antero de Sales e o grupo inicia os trabalhos para se institucionalizar, em janeiro de 2010, o grupo de Teatro Wankabuki consegue seu registro, com a Razão social de ATEW - Associação de Teatro e Educação Wankabuki.







Quem sou eu

Minha foto
Lacunas que a vida não completa, são como obras esperando ser escritas, preenchidas...