Páginas

Seja Bem Vindo!

"A finalidade da arte é dar corpo à essência secreta das coisas, não é copiar sua aparência. (Aristóteles)






domingo, 25 de julho de 2010

A CONTRIBUIÇÃO DO FESTIVAL

A Velha Guarda do teatro reunida
Lu Rodrigues(Vilhena), Ângela Cavalcante(Porto Velho), Nonato Tavares(Manaus-AM), Marlúcio Emídio(Porto Velho) e Valdete Sousa(Vilhena)
O Amazônia Encena na Rua em sua terceira edição reuniu grupos de diferentes cidades do país. E contribuiu para o avanço da arte no Estado de Rondônia, pois através do festival e de seus encontros, os artistas puderam se comunicar e trocar conhecimentos.
O Encena é o grande encontro da experiência com a jovialidade, artistas que já estão na estrada a muito tempo podem dividir seus conhecimentos com aqueles que estão iniciando uma carreira.  
O Grupo de teatro Wankabuki esteve presente para registrar este importante momento, em que se encontrava na Praça das Caixas d'Água figuras ilustres do teatro Rondoniense como Ângela Cavalcante, Alexandro Bedotti e Marlúcio Emídio. Personalidades que fazem parte da formação do teatro de Porto Velho e de Rondônia. Além de muitos outros experientes artistas de diferentes estados.

4 comentários:

  1. Legal, isso ai parabens

    ResponderExcluir
  2. Olá, obrigado por participarem do festival! E por divulgarem. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Foi um prazer participar, sempre que tiver algo relacionado à arte nos convide, pois faremos de tudo pra irmos.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Comente as nossas postagens, participe do blog!

Obrigado por visitar a página!

O grupo de Teatro Wankabuki surgiu na Universidade Federal de Rondônia, em agosto de 2003, começaram as reuniões aos sábados no auditório da Unir.O primeiro espetáculo montado pelo grupo foi Morte e Vida Severina uma adaptação do texto de João Cabral de Melo e Neto, feita por Luiz Antônio de Araújo.Em seguida, o grupo montou A Lenda da Ecologia texto do Prof. Oswaldo Gomes que estreou em 20 de julho de 2005. A peça participou do Festival de Teatro Coração de Rondônia, no município de Ji-paraná em agosto desse ano.Em 2006 são montados mais dois espetáculos: Vai, Carlos! Ser Gauche na vida que estréia em 07 de abril e Tragédia no lar apresentado pela primeira vez na escola Wilson Camargo para os alunos do período noturno. Os dois espetáculos são adaptações das poesias, respectivamente, de Carlos Drummond de Andrade e Castro Alves. Em 2009, estreia Perdidos na Floresta texto de Antero de Sales e o grupo inicia os trabalhos para se institucionalizar, em janeiro de 2010, o grupo de Teatro Wankabuki consegue seu registro, com a Razão social de ATEW - Associação de Teatro e Educação Wankabuki.







Quem sou eu

Minha foto
Lacunas que a vida não completa, são como obras esperando ser escritas, preenchidas...