Páginas

Seja Bem Vindo!

"A finalidade da arte é dar corpo à essência secreta das coisas, não é copiar sua aparência. (Aristóteles)






sábado, 25 de agosto de 2012

Mostra teatral de rua reúne artes urbanas na Angelo Spadari no próximo domingo

Fãs de manifestações artísticas urbanas poderão acompanhar as diversas apresentações teatrais, esportivas e visuais da I Mostra de Performances Urbanas de Vilhena, organizado pelo Grupo de Teatro Wankabuki. A ser realizada na praça Angelo Spadari, no próximo domingo 26, a série de exibições inicia às 20h e reúne o melhor do teatro de rua do sul de Rondônia, bem como demonstrações ao vivo de grafite. 

O caráter intervencionista do evento é tão provocativo quanto os temas abordados em seu desenrolar: crítica social, política, ambiental e comportamental. Um prato cheio para interessados em arte e cultura genuinamente vilhenense.

A Mostra acontece no mês em que o Grupo de Teatro Wankabuki comemora nove anos de existência na cidade. Entre oficinas e apresentações, esta é o oitavo evento organizado pelos atores em 2012. Em 2011 realizaram o projeto "Invadindo a Praça" e incorporaram seu espírito: realizar apresentações teatrais em praças e espaços públicos com o intuito de conseguir maior interação com o público.Assíduo participante do Festival de Teatro Amazônia Encena na Rua, de Porto Velho, o grupo desenvolve trabalho ímpar nas artes cênicas no sul do Estado.

Arte e reflexão social se misturam na mostra do Wankabuki

Estão previstas 14 apresentações fixas ou circulantes. Os espaços da praça a serem ocupados pelos atores do Wankabuki são variados. No roteiro geral, divulgado na página virtual do grupo, performances com críticas ao jornalismo, à agricultura, meio ambiente, política, guerra, liberdade de expressão e valores morais estarão expostas nas encenações. Ao todo, 13 atores participam da mostra.

Confira a programação completa clicando na imagem acima

Inédito em Vilhena, o formato de apresentação teatral está sendo ensaiado há um mês e aglutina o resultado de estudos realizados pelo Wankabuki nos últimos dois anos. Segundo a organização, a mostra é uma maneira de ilustrar a visão que o artista tem das coisas que o cercam. A intervenção, que tem como características principais a surpresa e a ausência de palco, está ganhando espaço nas maneiras de expressão do grupo teatral. 

Em abril, durante a realização de uma oficina de teatro, alunos e atores do grupo realizaram intervenções na feira municipal do centro e no Park Shopping Vilhena. Neste mês, o modo de se apresentar volta, só que com muito mais força, em um evento grande e preparado meticulosamente. 

Intervenção do Wankabuki na feira municipal do Centro, em abril

OFICINA - A próxima atividade do grupo está programada para setembro e deverá se traduzir na maior série de oficinas de teatro já ministrada pelo Wankabuki. Três temas diferentes serão abordados em três oficinas consecutivas entre os dias 29 de setembro e 03 de novembro. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo blog oficial do grupo. Nas oficinas serão repassados conhecimentos de composição de cena, mímica, palhaçaria e exercícios teatrais diversos direcionados para a improvisação e diálogo com o público da rua. 

Mais informações na página do Wankabuki no Facebook, no blog www.grupodeteatrowankabuki.blogspot.com ou pelo celular (69) 8446-6408.
  

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Abertas as inscrições para mais uma Oficina de Teatro

Artistas do Wankabuki em uma apresentação do Invadindo a Praça(2011)

O grupo Wankabuki publicou nesta segunda-feira, 13, o Regulamento para a V Oficina de Teatro Cena Aberta que acontece entre os dias 29 de setembro e 03 de novembro de 2012, aos sábados, na Praça Ângelo Espadari. As inscrições iniciaram-se dia 13 de agosto e encerram-se no dia 20 de setembro/2012. 

A Oficina Cena aberta foi criada pelo Wankabuki em 2010 com o intuito de fomentar a produção de artes cênicas no município de Vilhena, assim como aprimorar os conhecimentos dos artistas do Grupo. Nas quatro edições anteriores, cerca de 100 alunos já passaram pelo Wankabuki, pessoas que já fazem teatro na cidade em igrejas e escolas, alguns professores e outros membros da comunidade.

O Wankabuki, nos últimos anos voltou-se mais para o teatro de rua, e nesta edição da Oficina serão abordados temas voltados para está área: Mímica, Palhaçaria, dança e produção de cenas, assim como as técnicas habituais de iniciação teatral. Os oficineiros são membros do grupo que buscaram esses conhecimentos em outras oficinas oferecidas fora de Vilhena e agora pretender trazer para o município os conhecimentos adquiridos.

Os interessados em participar da Oficina devem ler o Regulamento da V Oficina cena Aberta  e em seguida preencher a Ficha de Inscrição esses materiais estão disponíveis no blog do grupo através do endereço eletrônico http://grupodeteatrowankabuki.blogspot.com.br/. Outras informações podem ser adquiridas pelo Telefone: 8446-6408 ou ainda na página do facebook do grupo http://www.facebook.com/wankabuki.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Wankabuki comemora 9 anos com evento na praça

Valdete Sousa em Perform'Art, na UNIR(2010)  Foto: Nardiane Silva 

Entre leituras de poemas e teorias literárias, estudos da linguística e outras implicações da língua portuguesa, três universitárias começam um trabalho que intitularam grupo de teatro universitário. Segundo semestre do curso de Letras na Universidade Federal de Rondônia(UNIR) em Vilhena, agosto de 2003, reuniões aos sábados no auditório da universidade. Estudos de grandes nomes: João Cabral, Castro Alves, Drummond, Ariano Suassuna e outros, muita literatura. Assim, inicia-se uma amizade e um trabalho que dura 9 anos.

Muitas pessoas passaram pelo Wankabuki que só começou chamar-se assim em 2004, após uma conversa sobre um tipo de teatro Japonês KABUKI e alguns murmúrios e risadas, pronuncia-se o nome Wankabuki e assim mesmo está até hoje. Era apenas uma brincadeira de universidade que foi se fortalecendo, um espetáculo após o outro, apresentações em feiras, em eventos da UNIR, festivais, convites para participar de eventos em outras cidades. Naturalmente, as pessoas vinham e iam: Flávio Júlio, Naiara Duarte, Ledson Vanini, Diomar Soares, Marcos Adriel, Poliana Mendes, Cleidson Freitas, Layson Hickman e tantas outras pessoas que ficaram um dia ou um ano e deixaram sua contribuição para a nossa evolução.

Mas, o cordão umbilical com a UNIR foi cortado em 2008, não por desejos próprios, mas por mudanças na administração da Universidade que fechou as portas para o aprendizado que não fosse em sala de aula. O grupo Wankabuki foi despejado para a rua, e nós adoramos! Ainda bem que tiraram o espaço fechado do grupo, pois assim pudemos descobrir um universo muito maior, o universo da rua. Essa que é a nossa casa, essa que nos acolheu, temos praças vazias e ruas esperando para serem ocupadas. 

Nesses últimos 4 anos, o aprendizado foi muito maior e descobrimos outras possibilidades que não só o espaço fechado, nos despimos das paredes e conhecemos mais a comunidade, estamos mais próximos do que nunca de nosso público. Se pensavam em acabar com o grupo fechando as portas, que nada, só nos fortalecemos. E com toda essa vontade nós comemoraremos 9 anos de (R)existência em um evento aberto,  a I Mostra de Performances Urbanas é nossa festa de aniversário, e acontece no dia 26 de agosto na Praça Padre Angelo Espadari, a partir das 20h. No evento, o grupo coloca em discussão a cidade, o país, a vida e suas implicações, o cotidiano pelos olhos da arte.

O evento será realizado pelos atores do Wankabuki e convidados, pois queremos agregar os artistas de rua e suas artes. Como convidado, Alessandro Costa, o Bife, que realiza trabalhos com grafite em Vilhena estará na praça demonstrando sua arte e o ator Bráz Dy Vinnuh trará performances para exibição. O grupo recebe apoio do Ponto de Cultura Cone Sul Plural e da ONG Beija Flor que são nossos parceiros e colaboradores.

Não podemos deixar que as artes de rua desapareceram nas avenidas, devemos usar mais as nossas praças, invadir mais, ocupar espaços ociosos e com o teatro temos todas as ferramentas para fazê-lo. Evoé, meus amigos, esperamos todos na Praça Padre Ângelo Espadari no dia 26!


A Apresentação
I Mostra de Performances Urbanas. Na Praça Padre Angelo Espadari. Dia 26 de agosto, domingo, 20h. 

Obrigado por visitar a página!

O grupo de Teatro Wankabuki surgiu na Universidade Federal de Rondônia, em agosto de 2003, começaram as reuniões aos sábados no auditório da Unir.O primeiro espetáculo montado pelo grupo foi Morte e Vida Severina uma adaptação do texto de João Cabral de Melo e Neto, feita por Luiz Antônio de Araújo.Em seguida, o grupo montou A Lenda da Ecologia texto do Prof. Oswaldo Gomes que estreou em 20 de julho de 2005. A peça participou do Festival de Teatro Coração de Rondônia, no município de Ji-paraná em agosto desse ano.Em 2006 são montados mais dois espetáculos: Vai, Carlos! Ser Gauche na vida que estréia em 07 de abril e Tragédia no lar apresentado pela primeira vez na escola Wilson Camargo para os alunos do período noturno. Os dois espetáculos são adaptações das poesias, respectivamente, de Carlos Drummond de Andrade e Castro Alves. Em 2009, estreia Perdidos na Floresta texto de Antero de Sales e o grupo inicia os trabalhos para se institucionalizar, em janeiro de 2010, o grupo de Teatro Wankabuki consegue seu registro, com a Razão social de ATEW - Associação de Teatro e Educação Wankabuki.







Quem sou eu

Minha foto
Lacunas que a vida não completa, são como obras esperando ser escritas, preenchidas...