Páginas

Seja Bem Vindo!

"A finalidade da arte é dar corpo à essência secreta das coisas, não é copiar sua aparência. (Aristóteles)






segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Wankabuki oferece oficina de Férias

Atores do Wankabuki nas Leituras Dramatizadas

 
O Grupo inicia o ano de 2015 com oficina teatral aberta ao público.
 
Depois de um ano oferecendo oficinas ao público das escolas estaduais de Vilhena o Wankabuki retoma as oficinas abertas ao público geral. O grupo está ainda com o projeto Mais Cultura nas Escolas em andamento na Escola Álvares de Azevedo, porém por conta do período de férias as atividades estão suspensas. 
A Oficina de férias terá duração de 12h e será oferecida de 07 a 10 de Janeiro/15, na UNIR, com início às 19h do dia 07/01. As inscrições serão via internet e os interessados podem preencher o formulário clicando aqui. Serão aceitas inscrições de maiores de 16 anos,  do dia 29 de dezembro a 06 de janeiro aqui no blog.
Venha fazer parte da família Wankabuki, inscreva-se já.
Inscrições Encerradas.
 

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Jornada Literária em Ariquemes/RO

Joaninha na Escola Pedro Louback
Iniciou-se dia 11 de novembro, no município de Ariquemes mais uma ação do SESC-RO em parceria com o Grupo de Teatro Wankabuki, a Jornada Literária que trás contação de história e exposição de banners com o texto de James Barrie, Peter Pan, um clássico da literatura universal.

A ação segue nos dias 12 e 13 de novembro percorrendo três escolas do município: Escola Magdalena Tagliaferro(dia 11), Escola Municipal Professor Pedro Louback(dia 12) e a E. E. F.M. Cora Coralina(dia 13).

Alunos da Escola Magdalena Tagliaferro

A atriz, Valdete Sousa que leva a personagem Joaninha para cena e conta a história de Peter Pan, afirma que " a sensação de circular essa história para crianças da rede pública de ensino é maravilhosa, estar junto desses pequenininhos que ficam de olhos vidrados ouvindo a contação sem nem piscar, é indescritível"


SERVIÇO

Dia: 11, 12 e 13 de novembro
Hora: às 09h e às 10h
Local: Escola Magdalena Tagliaferro/ Escola Municipal Professor Pedro Louback/ E. E. F.M. Cora Coralina(dia 13).

Catraca Livre.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Jornada Literária em Vilhena

Ilustração do banner trazido pelo SESC

Inicia-se nesta Terça-Feira(04), a Jornada Literária do SESC/RO em Vilhena. A iniciativa consiste em circular uma exposição de banners contendo clássicos da literatura mundial por diferentes escolas da rede pública de ensino, além de proporcionar aos alunos uma série de contação de histórias.

O Grupo de Teatro Wankabuki em parceria com o SESC contará o clássico Peter Pan de James Barrie. A jornada acontece nos dias 04, 05 e 06 de novembro em dois horários: às 09h e às 16h, sendo dia 04, na escola Dalila Donadon, dia 05 na Escola Noêmia Barros e dia 06 na Escola Omar Godói.

A ação do SESC visa proporcionar aos alunos das séries iniciais um contato direto com obras mundialmente conhecidas de maneira lúdica e prazerosa, incentivando aos alunos da educação infantil a busca por novas aventuras e desafios apresentados pelo mundo mágico da leitura.


Serviço:
Dia: 04, 05 e 06/Nov/2014
Hora: às 09h e às 16h
Local: Escolas Dalila Nonadon, Noêmia Barros e Omar Godói

Catraca Livre 

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Wankabuki apresenta leituras dramatizadas em escolas de Vilhena

Leitura Dramatizada de O dragão de Macaparana

O SESC/RO em parceria com o  grupo de teatro Wankabuki realiza na semana de 20 a 24 de Outubro O Dramaturgia Leituras em Cena em 07(sete) escolas municipais e estaduais de Vilhena. O projeto inicia-se nesta Segunda-feira(20), na Escola Zilda da Frota Uchôa. Serão realizadas leituras dramatizadas de dois textos do dramaturgo Fabiano Barros(Porto Velho/RO): Já Passa das Oito e  O Dragão de Macaparana.

O intuito do projeto é proporcionar a cerca de 2800 alunos da rede pública de ensino de Vilhena um contato com a arte dramática. O SESC/RO vem trazendo atividades ligadas às artes para o município de Vilhena  a mais de cinco anos ininterruptos. Essa parceria do SESC com o Wankabuki vem gerando muitos frutos, formação e oportunidades de conhecimentos e troca de saberes entre os atores locais e diretores, dramaturgos e atores de outros estados, agora é a vez do grande público das escolas  também ser contemplado.

Além da escola Zilda(20), o projeto passará pelas seguintes escolas: Álvares de Azevedo(21), Ângelo Mariano Donadon e Shirlei Ceirutti(22), Marechal Rondon(23), Cristo Rei e Marcos Donadon(24).

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Wankabuki inicia o Mais Cultura nas Escolas

O ator Elieldo Paes no Espetáculo "Severina"
Inicia-se nesta terça-feira(23) o Projeto O teatro vai à  escola  através do Mais Cultura nas escolas promovido pelo Ministério da Cultura em parceria com o Ministério da Educação que aproxima  iniciativas culturais e projetos pedagógicos de escolas públicas de todo o Brasil. Artistas, grupos e mestres de cultura popular e tradicional, arte educadores, cinemas, pontos de cultura, museus, bibliotecas e outras iniciativas culturais  elaboraram projetos em parceria com as escolas públicas, dialogando com seus projetos pedagógicos. Em Vilhena cinco escolas junto a cinco iniciativas culturais foram contempladas, dentre elas a Escola Àlvares de Azevedo em parceria com o grupo de teatro Wankabuki. 

O projeto promoverá Oficina de Teatro e Oficina de Comunicação e Escrita com alunos da instituição e ao final dos seis meses de duração os alunos apresentarão um espetáculo escrito coletivamente. Para marcar o início do projeto, o Wankabuki apresentará o espetáculo Severina, adaptação do poema de João Cabral de Melo Neto Morte e Vida Severina, às 20h, na Escola Álvares de Azevedo.

O Mais Cultura nas Escolas tem como objetivo promover a escola como espaço de circulação e produção da diversidade cultural brasileira; contribuir com a formação de público para as artes e desenvolver atividades que promovam a interlocução entre experiências culturais e artísticas e o projeto pedagógico de escolas públicas. 



Espetáculo: Severina
Local: Escola Álvares de Azevedo
Data: 23/09/2014
Hora: 20h




segunda-feira, 2 de junho de 2014

Wankabuki participa do Projeto Dramaturgia Leituras em Cena

Atores do Wankabuki na Leitura Dramatizada de Navalha na Carne
No último fim de semana, os atores do grupo de Teatro Wankabuki participaram de mais uma etapa do projeto Dramaturgia Leituras em Cena, realizado pelo SESC/RO. Essa é a quarta edição do projeto em Vilhena, a primeira etapa ocorreu no mês de abril, com a oficina oferecida pelo oficineiro Francis Madson, bailarino, ator, diretor teatral, vindo de Manaus(AM). O projeto objetiva, além de estimular a prática da leitura e a difusão de textos teatrais consagrados e de autores locais, instrumentar e chamar a atenção de diretores e atores para as potencialidades cênicas ou novos ângulos de uma determinada obra.  
Dois perdidos numa noite suja
O autor homenageado nessa edição foi Plínio Marcos, escritor renovador dos padrões dramatúrgicos, através de um enfoque quase naturalista que imprime aos diálogos e situações em suas peças, sempre cortantes e carregados de gírias de personagens oriundas das camadas sociais periféricas, torna o palco, a partir dos anos 60, uma feroz arena de luta entre indivíduos sob situações de subdesenvolvimento. Teve muitas de suas peças censuradas pela ditadura militar.  No ano em que completa 50 anos do golpe militar no Brasil, o SESC/RO relembra os fatos ocorridos através da dilacerante obra de Plínio.
Abajus Lilás
Entre as obras do autor, em Vilhena, iniciou-se a primeira noite, 31 de maio, às 19h30min, com Dois Perdidos numa noite suja(1966), com os atores Dholiman Balestrin e Maycon Moura dirigidos por Elieldo Paes. E em seguida, Abajur Lilás(1969), com Amanda Conci, Dennis Weber, Evelys Destro, Fernando Júnior e Valdete Sousa na leitura e na direção. Na segunda noite(01/06), as obras escolhidos foram Navalha na Carne(1967) com Dennis Weber, Fernando Júnior e Valdete Sousa na Leitura e Direção; e Quando as máquinas param(1967) com Amanda Conci e Elieldo Paes dirigidos por Dholiman Balestrin.
Quando as máquinas param
O local escolhido para a leitura fundia-se com a obra de Plínio, um prédio abandonado no centro da cidade, um apartamento no último andar e o espaço do terraço serviram de cenário perfeito para ambientar os quatro textos. O público que acompanhou as leituras envolveu-se no universo de Plínio, desde o primeiro degrau dos 84 que precisavam subir para chegar ao local do espetáculo.

A cada realização desse projeto, podemos avaliar a evolução dos atores que participam desde a primeira edição, o SESC/RO está promovendo a capacitação de atores no município de Vilhena e motivando-os para buscar novos conhecimentos na área das artes cênicas. 
Que venha a próxima oficina! Evoé meus amigos! Evoé!

   

terça-feira, 18 de março de 2014

VI Oficina Cena Aberta acontece em Abril

Alunos da IV Oficina Cena Aberta

O grupo de Teatro Wankabuki oferece no mês de Abril/2014 a VI oficina de teatro Cena Aberta. Em 2014, o Wankabuki realizou a Oficina de férias, em Janeiro, que culminou a II mostra de performances Urbanas. A oficina oferecida dessa vez será realizada nas dependências da Escola Zilda da Frota Uchôa, há algum tempo a direção da escola solicitou uma oficina para os alunos, então o Wankabuki fará uma parceria com a escola, serão oferecidas 20 vagas para alunos da escola Zilda e mais 10 vagas para a comunidade. Os requisitos básicos para participar da oficina são: possuir idade mínima de 15 anos e estar cursando, pelo menos, o 1º ano do Ensino Médio.


As inscrições ficam abertas de 17 a 27 de março somente on-line, através do preenchimento e envio do formulário de inscrição, disponibilizado aqui na página do Wankabuki. A oficina acontece, aos sábados das 14 às 18h, sendo que as aulas iniciam-se no dia 29 de Março/2014, às 14h, na Escola Zilda da Frota Uchoa. Mais informações através do e-mail: grupoteatrowankabuki@hotmail.com ou no fone: (69) 8146-1277. Os interessados em participar da oficina devem preencher o Formulário de Inscrição clicando aqui .

Inscrições Encerradas

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Fiscal da feira tenta impedir apresentação do Wankabuki

                                   Primeiro dia de apresentação Intervenção no Shopping     Foto: Robert Martins

Encerrou-se por volta das 10h,  desta manhã de domingo, na Feira Municipal, a II Mostra de Performances Urbanas, realizada pelo grupo de Teatro Wankabuki. Após longa negociação com o fiscal da Feira que quis barrar a apresentação. O fato é que espaços públicos não possuem donos, são de domínio público, portanto, pertencem ao povo, sendo assim, não se pode barrar manifestações culturais livres e sem fins lucrativos como esta intervenção que o grupo preparou para a feira. O argumento do fiscal foi que iríamos atrapalhar o fluxo de pessoas, mas como, se somos pessoas também ocupando um espaço na feira? Bem, fato é que uma das feirantes dona da barraca de pastel, nos apoiou e cedeu seu espaço para a realização da intervenção(estamos muito agradecidos a esta senhora). Segundo o fiscal, quem manda na feira é o secretário de obras(risos), por certo, ele deve ter comprado o espaço da Feira Municipal.

O direito às manifestações culturais está garantido na Constituição Brasileira: "Art. 215 - O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais.
§ 1º O estado protegerá  as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional.
§ 2º -(...)
§ 3º A lei estabelecerá o Plano Nacional de Cultura, de duração plurianual, visando ao desenvolvimento cultural do País e à integração das ações do poder público que conduzem à: 
I - defesa e valorização do patrimônio cultural brasileiro;
II - produção, promoção e difusão de bens culturais;
III - (...)
IV - democratização do acesso aos bens de cultura;
V - valorização da diversidade étnica e regional.
Sendo assim, não há o que se discutir. Fora este pequeno aborrecimento, a II Mostra de Performances Urbanas foi uma experiência incrível, agradecemos ao público que foi prestigiar as apresentações, à imprensa que compareceu e ajudou a divulgar e ao Ponto de Cultura Cone Sul Plural que apoiou cedendo todo o material necessário para que o evento acontecesse.

Criar espaços de convivência e discussões políticas e culturais não é uma tarefa fácil, sempre soubemos disso, mas algumas pessoas na administração pública vilhenense precisam de um banho de simpatia e tanto mais de educação e conhecimento. Nós fazemos teatro na rua, fazemos teatro na praça e fazemos na feira, assim como fazemos teatro nas escolas e universidades, e se houvesse um teatro(prédio) faríamos lá também. E o teatro nunca atrapalhou nem o fluxo de pessoas e nenhuma atividade que estivessem fazendo, apenas enriqueceu ainda mais suas vidas.
Evoé, meus amigos. Evoé atores do Wankabuki! Considero aberto o ano para o teatro vilhenense, mesmo que eles não queiram nós vamos atuar!! Evoé!

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

II Mostra de Performances Urbanas

Isabela Tabalipa e Lih Souza na performance Reflexo

Iniciou ontem, 06, quinta-feira, a II Mostra de Performances Urbanas organizada pelo Grupo de Teatro Wankabuki e alunos da Oficina de Performances oferecida no mês de Janeiro/14. A primeira noite de apresentações levou ao espaço da praça de alimentação do Pato Branco Shopping, três performances, a ação iniciou-se às 19h30min com término às 21h00min. 
Na noite do dia 07, sexta-feira, as apresentações acontecem no auditório do IESA, às 20h30min, a estrada é livre para a comunidade, sendo contribuição ao chapéu. No sábado, 08, as apresentações ocorrem, no auditório da UNIR, às 20h00min, também aberto à comunidade e com contribuição ao chapéu. E, por fim, no domingo, o Wankabuki apresenta-se, pela manhã, às 07h00min, na Feira Municipal.

A II Mostra de Performances Urbanas é o resultado da Oficina oferecida pelo Wankabuki durante todo o mês de janeiro à comunidade. O evento tem o apoio do Ponto de Cultura cone Sul Plural que sempre está à frente das manifestações culturais que ocorrem em Vilhena.

Venha Prestigiar a cultura de sua Cidade. A cultura local tem muito Valor. Veja, divulgue, apoie!

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Wankabuki oferece Oficina de férias

Valdete Sousa em Perform'Art
O grupo de Teatro Wankabuki oferece no mês de janeiro/2014 uma oficina de férias. No ano de 2013, foi realizada oficina no mesmo período e o grupo obteve bons resultados, portanto repetirá a dose nesse ano de 2014. A oficina oferecida dessa vez será de Performances Urbanas, temática que engloba trabalhos de intervenções e performances a serem realizados em espaços públicos, tais como praças, ruas e feiras. 
Os requisitos básicos para participar da oficina são: possuir 16 anos ou mais, estar cursando, pelo menos, o 1º ano do Ensino Médio.

A oficina será realizada na Praça Angelo Espadari, às terças e quintas-feiras das 20 às 22h e aos sábados das 15 às 18h. As aulas iniciam-se no dia 14 de janeiro/2014. Informações através do e-mail: grupoteatrowankabuki@hotmail.com ou no fone: (69) 8146-1277.


As inscrições serão realizadas de 08 a 12 de janeiro somente on-line. Os interessados em participar da oficina devem preencher o Formulário de Inscrição clicando aqui .

Obrigado por visitar a página!

O grupo de Teatro Wankabuki surgiu na Universidade Federal de Rondônia, em agosto de 2003, começaram as reuniões aos sábados no auditório da Unir.O primeiro espetáculo montado pelo grupo foi Morte e Vida Severina uma adaptação do texto de João Cabral de Melo e Neto, feita por Luiz Antônio de Araújo.Em seguida, o grupo montou A Lenda da Ecologia texto do Prof. Oswaldo Gomes que estreou em 20 de julho de 2005. A peça participou do Festival de Teatro Coração de Rondônia, no município de Ji-paraná em agosto desse ano.Em 2006 são montados mais dois espetáculos: Vai, Carlos! Ser Gauche na vida que estréia em 07 de abril e Tragédia no lar apresentado pela primeira vez na escola Wilson Camargo para os alunos do período noturno. Os dois espetáculos são adaptações das poesias, respectivamente, de Carlos Drummond de Andrade e Castro Alves. Em 2009, estreia Perdidos na Floresta texto de Antero de Sales e o grupo inicia os trabalhos para se institucionalizar, em janeiro de 2010, o grupo de Teatro Wankabuki consegue seu registro, com a Razão social de ATEW - Associação de Teatro e Educação Wankabuki.







Quem sou eu

Minha foto
Lacunas que a vida não completa, são como obras esperando ser escritas, preenchidas...